09/02/2016

10 questões que deve responder para que obtenha uma marca de sucesso



 

 

 

A sua empresa tem o que é preciso para obter sucesso num mercado que é cada vez mais competitivo nos dias de hoje?


Aprenda a construir a sua marca. Se tem um produto ou serviço que toda a gente precisa e que mais ninguém oferece no mercado, torna-se mais fácil para que seja a melhor oferta. Infelizmente, isso não é uma realidade na maioria das empresas hoje. Para se ter sucesso, as empresas precisam de todas as vantagens que possam vir a obter. 


Muitos CEOs concordam que a maneira de vencer é simplesmente construir e gerir a marca da sua empresa. Possivelmente já deve ter ouvido esta expressão, "Construa e eles virão por arrasto" Bem, pode não ser assim tão simples, mas se construir uma marca forte, os clientes serão mais susceptíveis em vir ter consigo!



Atenção: Um logótipo não é uma marca

A sua empresa tem um nome e um logótipo que você anuncia, mas você terá realmente uma marca? CEOs de sucesso e os empresários sabem que a marca é muito mais profunda do que um nome e um logótipo. Logótipos, slogans e as campanhas publicitárias são tácticas tradicionais de marketing que simplesmente arranham a superfície. Marcas fazem ligar-se com os clientes.


Precisa de uma marca?

Tornar em marca um produto ou serviço que se diferencie de seus concorrentes é a chave para transformar os potenciais consumidores em clientes fiéis. A marca é mais do que o que seu produto faz ou o que você comunica.A identidade de uma marca é a percepção total da sua marca no mercado, incluindo uma promessa implícita aos seus clientes que o seu produto ou serviço será sempre satisfazer as expectativas deles cada vez que eles interagem com a sua marca. Marcas evocam emoções, que se fazem sentir familiares e confiáveis.

Sobre isto, poderá estar a dizer para si mesmo: "Isso é ótimo para grandes empresas como a Apple ou a Nike, mas o que pode construir uma marca de forma a melhorar o meu negócio?" Definir a identidade da marca e implementar uma estratégia de marca é provavelmente um dos objectivos mais importantes que uma empresa pode ter.

Marketing é a forma de melhorar as suas

05/02/2016

Integre a componente social na sua empresa

 

 

 

 

Hoje, não é suficiente que a sua empresa tenha um bom produto, um excelente serviço ao cliente ou um fantástico pacote de benefícios para os empregados. Isso é tudo o que é expectável nos dias que correm, e provavelmente os seus concorrentes fazem o mesmo nesses critérios.



O que pode definir a sua marca para além do cenário competitivo de hoje é que a sua empresa existe não apenas para ganhar dinheiro, mas para ajudar a resolver um problema ou de outra forma melhorar a sociedade.



"Os clientes hoje querem fazer negócios com empresas responsáveis ​​que reflectem os seus valores pessoais"




"Ter um propósito maior e incorporá-lo no DNA do seu negócio é fundamental para desenvolver relacionamentos mais profundos com os clientes, numa época em que criar ligações mais significativas está a tornar-se cada vez mais difícil."

Na verdade, os clientes querem operar os seus negócios de uma forma mais sustentável ​​e efectuar negócios/parcerias com outras empresas ​​que incorporem a sustentabilidade em tudo o que façam. Quando comparado com marcas de preço e qualidade semelhantes, muitos portugueses estão mais propensos a trocar de marca para uma empresa que esteja associada a uma causa.


Então, se você pretende integrar um bem social para o seu negócio, não se junte a uma causa simplesmente para que surta efeitos positivos da sua imagem de marca e na linha de fundo. Encontrar um problema que é significativo para si, relaciona-se com a missão e os valores da sua marca global e faz com que os seus funcionários e clientes se sintam bem.

Preparado para fazer a diferença? Aqui estão cinco dicas para

04/02/2016

Quatro maneiras de como as pessoas pensam e como os convencer a comprar






Você já deve ter ouvido esta regra de ouro nas vendas: As pessoas não compram de pessoas em que não confiam.


Mas para os vendedores, é fácil tornar as vendas em piloto automático e encaminhar o comprador por perguntas habituais para fechar o negócio que se espera. Muitas das vezes, essa abordagem não funciona. Em vez disso, você precisa descobrir com o que cada um de seus compradores se preocupa, o que o frustra, e o que você partilha em comum com ele.

Uma maneira de entender o que motiva o comprador é a aplicação de um modelo de personalidade, tais como o modelo DISC, que identifica os quatro principais tipos de personalidades: dominantes, inspiradoras, de suporte e cautelosos.


Normalmente, as pessoas têm uma pontuação mais elevada num traço específico do que no resto.

Quando fala com alguém por alguns minutos, você pode geralmente começar a ter uma sensação qual é o traço dominante da pessoa.