02/04/2014

O stress e o trabalho



Sente stress? Claro que sente. Você tem muito que fazer, os prazos aproximam-se, as pessoas estão a contar consigo, e ainda por cima, você ainda tem férias para gozar. Você está sob muita pressão - tanto que, às vezes, você suspeita que a qualidade do seu trabalho sofre com isso.


Esta é a vida no local de trabalho moderno. É praticamente impossível existirem profissionais, nos dias de hoje, a não enfrentar surtos frequentes de stress intenso.


 A diferença entre aqueles que são bem sucedidos e aqueles que não o são, não se deve simplesmente ao stress, mas a forma como lida com isso quando ele aparece.


Existem nove estratégias cientificamente comprovadas para derrotar o stress sempre que ele nos ataca.

1 . Ter auto - compaixão.

É estar disposto a olhar para os seus erros ou falhas com bondade e compreensão - sem duras críticas ou mesmo defensivas . Estudos mostram que pessoas com auto- compaixão são mais felizes, mais optimistas e menos ansiosos e/ou deprimidos. Isso provavelmente não é surpreendente. Mas aqui está o pontapé de saída : o sucesso bate-lhes à porta. A maioria de nós acredita que precisamos ser duros connosco mesmos para nos apresentarmos no nosso melhor, mas verifica-se que é 100 por cento errado . Uma dose de auto- compaixão, quando as coisas estão difíceis pode reduzir o stress e melhorar o seu desempenho, tornando-o mais fácil de aprender com os seus erros. Então lembre-se de que errar é humano , e contemple-se com uma pausa.

2 . Lembre-se do grande cenário.

Tudo o que necessita ou quer fazer pode ser pensado de várias maneiras. 
Por exemplo, " exercício " pode ser descrito em termos de grande cenário , como "ficar saudável " - o porquê do exercício - ou pode ser descrito em termos mais concretos , como "correr dois quilómetros " - a forma de exercício. O grande cenário em termos de trabalho é ser enérgico face ao stress e desafiá-lo, porque você está ligado particularmente, muitas das vezes, a uma pequena ação para um maior significado ou propósito . Algo que possa não parecer muito importante ou valioso por si só, se lançar uma luz totalmente nova. Assim, quando ficar nessa hora extra no trabalho , no final de um dia exaustivo é pensar como "ajudar a minha carreira " em vez de " vou responder a e-mails durante estes 60 minutos ". Irá estar mais propenso a querer ficar e trabalhar no duro.

3 . Confie em rotinas.

Se eu lhe perguntar para que me cite as principais causas de stress na sua vida profissional , provavelmente diria coisas como prazos, uma pesada carga de trabalho , burocracia, ou mesmo o seu terrível chefe. De certo não me iria dizer " ter que tomar tantas decisões ", porque a maioria das pessoas não estão cientes de que esta é uma causa poderosa e penetrante de stress nas suas vidas. Sempre que você tomar uma decisão -  a contratação de um novo funcionário , o agendamento de uma reunião com o seu supervisor, ou mesmo a escolha do centeio ou trigo integral para a sua sandes de salada de ovo - você cria um estado de tensão mental que é, de facto , stressante. ( É por isso que fazer compras é tão cansativo - é tudo uma questão de decisão . )

A solução passa por reduzir o número de decisões que necessita fazer , usando as rotinas. Se há algo que você precisa fazer todos os dias , faça-o ,na mesma altura do dia,  todos os dias. Ter uma rotina de preparação para o seu dia , pela manhã, e faça as malas para ir para casa à noite. Rotinas simples podem reduzir drasticamente a sua experiência de stress

Você precisa remover da sua vida os problemas do dia- a-dia, que absorvem tempo à maioria das pessoas nas partes significativas do seu dia ...  Eu não quero tomar decisões sobre o que eu estou a comer ou vestir. Porque eu tenho muitas outras decisões a tomar. Você precisa de concentrar a sua
energia nas tomadas de decisão. Você precisa criar rotinas em si mesmo. Você não pode estar a passar o dia distraído por trivialidades.


4 . Liberte cinco ( ou dez ) minutos para fazer algo que acha interessante.

Se houvesse algo que  pudesse adicionar ao motor do seu carro , para que depois de o conduzir uma centena de quilómetros, acabar com mais gasolina no depósito do que aquela que começou antes da viagem, você não iria usá-lo? Mesmo que nada disso existisse para o seu carro ainda, há algo que você pode fazer para si mesmo que irá ter o mesmo efeito ... fazendo algo interessante. Não importa o que seja, desde que isso lhe interesse. Isso na verdade, faz com que restabeleça a sua energia. E depois que restabelecida essa energia,  o que irá fazer de seguida sairá muito mais fluído.


5 . Adicionar onde e quando à sua lista de afazeres.

Você tem uma lista de coisas a fazer ? E não lhe acontece passar um dia ou mesmo uma semana (ou às vezes até mais), e passar esse tempo sem ter um único item verificado da lista? Stressante, não é? O que você precisa é de uma maneira em obter as coisas feitas que você se propôs a fazer em tempo útil . O que você precisa é  planeamento.

Esta forma particular de planeamento é uma forma muito poderosa para o ajudar a alcançar qualquer objectivo. Decidir com antecedência quando e onde irá completar uma tarefa (por exemplo, "Se são 16:00 , então eu vou devolver quaisquer telefonemas que eu deveria ter efectuado hoje " ) - isto poderá dobrar ou triplicar as suas chances de realmente fazê-lo.

Portanto, execute as tarefas da sua lista de coisas a fazer , e adicione um específico quando e onde para cada um dos items. 

Por exemplo: " Lembrar de ligar ao Manuel " 
Aplicando o modelo em cima, passa a tratar as coisas desta forma:
" Se é terça-feira , depois do almoço , então eu vou ligar ao Manuel . " Agora que você já criou um "se...então" para ligar ao Manuel, o seu cérebro inconscientemente irá começar a digitalizar o meio ambiente, procurando a situação do "se" partindo da sua planificação. Isto permite-lhe aproveitar o momento crítico e fazer a tal chamada , mesmo quando está ocupado a executar outras tarefas. E que melhor forma existe para reduzir o stress do que marcar um visto no item da sua lista de coisas a fazer ? :D



6 . Use "se...então" numa conversa consigo mesmo.

Outra forma de combater o stress é usar a planificação do "se...então"  e encaminhá-los para a experiência de stress propriamente dita, em vez das suas causas. Isto pode ajudar-nos  a controlar as nossas respostas emocionais a situações em que nós sentimos medo, tristeza, cansaço, insegurança , ou até mesmo repugnância. Basta decidir que tipo de resposta gostaria de ter em vez de sentir o stress, e fazer um plano que ligue a sua resposta desejada para as situações que tendem a elevar a pressão arterial . Por exemplo : "Se eu vir uma tonelada de e-mails na minha caixa de correio, então eu vou ficar calmo e relaxado ", ou , "se o prazo de entrega está muito próximo, então eu vou manter a cabeça fria . "



7 . Veja o seu trabalho em termos de progresso e não na perspectiva de perfeição

Todos nós nos aproximamos dos objectivos a atingir com uma das duas mentalidades : 

  1. Onde o foco é a prova de que você tem elevada capacidade e que já sabe o que está a fazer;

  2. O tipo de mentalidade , onde o foco está no desenvolvimento das suas competências existentes e aprender novas. 

Quando você tem uma mentalidade do tipo 1, você é capaz de fazer tudo na perfeição, e constantemente (muitas das vezes inconscientemente) compara-se com outras pessoas.  Você rapidamente começa a duvidar da sua capacidade quando as coisas não vão bem, e isso cria stress e ansiedade. 

A mentalidade do ponto 2, por outro lado , leva-nos a nos comparar a nós mesmos e tem uma preocupação com a sua progressão - o quão bem realiza a tarefa hoje , em comparação à forma como o fez ontem , no mês passado, ou no ano passado ? Quando pensa no que está a fazer em termos de aprendizagem e melhoria, aceite que pode cometer alguns erros ao longo do caminho. Acaba por ter uma situação de muito menor stress, e fica motivado , apesar dos contratempos que possam vir a ocorrer.


8 . Pense no progresso que já alcançou .

De todas as coisas que podem impulsionar as suas emoções e a sua motivação durante um dia de trabalho, o mais importante é realizar progressos significativos no trabalho - tratam-se daquelas  "pequenas vitórias " que nos mantêm no caminho , particularmente quando encaramos  factores de stress.

Psicologicamente, muitas das vezes não é só se nós alcançamos o nosso objectivo, mas a velocidade com que estamos a fechar a lacuna entre onde estamos agora e para onde queremos ir que determina como nos sentimos. Pode ser extremamente útil parar um momento e reflectir acerca daquilo que já realizou até agora antes de virar a sua atenção para os desafios que permanecem pela frente .



9 . Saber se o optimismo ou o pessimismo defensivo funciona para si.

Para muitos de nós, é difícil permanecer positivo quando temos trabalho até ao pescoço. Para outros , não é apenas difícil - a pessoa sente-se mal . E, como se vê neste caso, o optimismo não funciona para os mesmos.

É stressante o suficiente tentar conciliar o maior número possível de projectos e metas quando tentamos alcançá-los por intermédio de estratégias que não o fazem sentir bem - que não combinam com o nosso estilo motivacional. Então, qual é o seu estilo motivacional?

Algumas pessoas pensam que a sua profissão é uma oportunidade de realização - eles têm o que os psicólogos chamam de um foco na promoção. Em linguagem de economia , o foco da promoção é saber como maximizar os ganhos e evitar oportunidades perdidas. Para outros, é fazer um trabalho bem feito e com a segurança, de forma a não perder a posição alcançada para a qual tanto trabalhou. Este foco de prevenção coloca a ênfase em evitar o perigo, cumprindo as responsabilidades , e fazer o que acha que se deve fazer. Em termos económicos, trata-se de minimizar as perdas , tentando agarrar-se ao que você já tem.

Compreender a promoção e a motivação ajuda-nos a entender porque razão as pessoas podem trabalhar de forma tão diferente para atingir o mesmo objectivo. Motivação na promoção faz-nos sentir ânsia - o desejo ardente - e este entusiasmo é sustentado e reforçado pelo optimismo. Acreditar que tudo irá funcionar bem é essencial para o desempenho do foco na promoção. A motivação preventiva, por outro lado , fá-lo sentir-se  vigilante - a necessidade de manter o perigo à distância - e isso não é sustentado pelo optimismo , mas por uma espécie de pessimismo defensivo . Por outras palavras, a prevenção de mente realmente funciona melhor quando se pensa no que poderia dar errado , e o que se pode fazer para impedir que isso aconteça .


Então, você passa a vida a procurar realizações e elogios , alcançando as estrelas ? Ou você está ocupado apenas a cumprir os seus deveres e responsabilidades - ser a pessoa que todos podem contar? Comece por identificar o seu foco e , de seguida, abrace o sol ou o cepticismo saudável que irá reduzir o seu stress e mantê-lo-à no seu melhor desempenho .

Coloque algumas ou todas estas estratégias mencionadas para combater o stress, e irá ver mudanças reais , não só no seu local de trabalho , mas em todas as áreas de sua vida.

Espero que tenha sido útil. 

Comentem e partilhem :D

Sem comentários:

Enviar um comentário